top of page

O GOLPE INTERMINÁVEL




Seria possível tentar identificar os períodos da nossa República que possam ser chamados “ livres de golpes”? Períodos em que estaríamos a salvo das consequências desastrosas do arbítrio e dos ataques à democracia?


A reflexão que talvez se faça necessária é que golpes se insurgem, se fabricam, se mantém interminavelmente para manter e ampliar vantagens de elites e empobrecimento da população. Então podemos pensar nos golpes que inevitavelmente conduzem ao sofrimento de milhões de pessoas como uma prática instituída, politicamente definida e estrategicamente executada com apoio de setores do aparelho de Estado, do legislativo e do judiciário.


Lidamos com o golpe cotidiano das forças exploradoras, opressoras, fundamentalistas nas rotinas da vida dos nossos dias, contra trabalhadores, povos originários, negros, mulheres, LGBTQIA+s, idosos, jovens periféricos. O dia 31 de Março é uma data para repercutir a resistência contra ditaduras e governos autoritários, é lembrar os homens e mulheres assassinados durante a ditadura militar.


No Brasil, a ditadura ficou insepulta porque não foi devidamente julgada. Agentes da barbárie do golpe de 64, sem terem sido punidos, chegaram a ser homenageados, torturadores vergonhosamente alçados à condição de heróis, no contexto da tentativa de novos golpes para manutenção de privilégios. O “ golpe de cada dia “ se expressa na manipulação da ultra direita contra os avanços sociais, contra políticas afirmativas, contra o racismo, a xenofobia, a lgbtfobia, a misoginia, os povos indígenas, a preservação ambiental.


A sociedade precisa continuar a cobrar justiça pelos crimes cometidos, e negar qualquer possibilidade de anistia para as incontáveis violações que vitimaram o país. O dia 31 de Março de 1964 deve ser lembrado para nunca mais ser repetido. O Observatório Judaico de Direitos Humanos no Brasil se solidariza com as vítimas da ditadura civil-militar e seus familiares.


DITADURA NUNCA MAIS!

30 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page